Caracterizando os visitantes do Parque Estadual da Ilha do Cardoso (SP): subsídio para o planejamento de atividades turística-educacional em áreas de manguezal

Hélita Maria Teixeira Moraes, Marília Cunha Lignon

Resumo


O turismo tem causado impactos negativos em unidades de conservação costeiras no Brasil, decorrentes da falta de planejamento da atividade. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar os visitantes do Parque Estadual da Ilha do Cardoso (PEIC), localizado no litoral sul do Estado de São Paulo, a fim de subsidiar o planejamento das atividades turística-educacional em áreas de manguezal. No período entre 2002 e 2006, o Núcleo Perequê, localizado na parte nordeste da Ilha do Cardoso, recebeu 210 grupos de visitantes, totalizando 8.420 pessoas. Os grupos de visitantes variaram entre 2 e 138 pessoas. Cada coordenador dos grupos visitantes preencheu um questionário elaborado por funcionários do PEIC, gerando um total de 210 questionários, entre 2002 e 2006. Informações sobre o número de visitantes, motivo da visita, atividades desenvolvidas, tempo de permanência entre outras eram registradas pelo responsável de cada grupo de visitantes. Os questionários eram preenchidos somente por grupos de visitantes que se hospedavam no PEIC. Os dados foram analisados de forma quantitativa. A maioria dos visitantes do PEIC era formada por grupos de escolas, acompanhadas por agências de turismo especializadas em estudo do meio ambiente. O Núcleo Perequê do PEIC recebeu 8.420 visitantes, entre 2002 e 2006, que pernoitaram nessa UC. A visitação apresentou sazonalidade bem definida, influenciada pelo calendário escolar. A maioria dos grupos de escolas que mais frequentaram o Núcleo Perequê do PEIC foram instituições particulares, provenientes, principalmente das cidades de São Paulo, Campinas e Sorocaba, assim como de Curitiba. Os resultados do presente estudo poderão auxiliar na elaboração de recomendações de modo a minimizar os impactos negativos causados pelas atividades desenvolvidas e maximizar as qualidades das experiências turística-educacionais obtidas durante a visitação em áreas de manguezal.

Texto completo: PDF

ISSN: 1983-9391
Copyright © RBECOTUR - São Paulo - SP / Brasil - Design by Lucas Neiman
Licenciada sob Creative Commons