Corcovado: reflexões sobre imaginários e impressões dos turistas no Parque Nacional da Tijuca (RJ, Brasil) no contexto de valorização da cidade pela UNESCO

Marta de Azevedo Irving, Frances Vivian Corrêa, Bruna Ranção Conti, Eloise Silveira Botelho, Sônia Lúcia Peixoto

Resumo


O Corcovado, um dos símbolos mais significativos do Rio de Janeiro, situado no Parque Nacional da Tijuca, representa um ícone do processo de reconhecimento da cidade como “Paisagem Cultural da Humanidade” pela UNESCO. E ilustra como poucos atrativos da cidade, a indissociabilidade entre natureza e cultura, principalmente no momento em que se rediscute as estratégias de planejamento ecoturístico, na perspectiva de parques nacionais no Brasil. Tendo em vista o valor simbólico do Corcovado neste debate e, a importância crescente da cidade para o turismo nacional e internacional, o objetivo deste trabalho é contribuir para interpretar como se expressa o imaginário e as impressões dos turistas que ali chegam, na perspectiva do debate sobre natureza e cultura. O trabalho se desenvolveu com base em pesquisa bibliográfica e documental, complementada com dados de campo. Esta pesquisa, embora exploratória e preliminar, ilustra, pedagogicamente, o sentido do título de “Paisagem Cultural da Humanidade” atribuído ao Rio de Janeiro pela UNESCO.

Texto completo: PDF

ISSN: 1983-9391
Copyright © RBECOTUR - São Paulo - SP / Brasil - Design by Lucas Neiman
Licenciada sob Creative Commons